Destaques

Tags

Mercado imobiliário: 7 motivos para não deixar o seu imóvel desocupado

Compartilhe:

Deixar um imóvel desocupado pode ser um grande erro. Com as contas mensais e os valores que precisam ser gastos para manter o local, cada dia com as portas fechadas impacta nos ganhos e na rentabilidade. Para evitar a dor de cabeça, uma das dicas é sempre acompanhar o mercado imobiliário, conferindo o que está em alta e quais são as opções para despertar a atenção dos novos inquilinos.

Está passando por esta situação? Está com o seu apartamento ou casa sem moradia e ainda não sabe quais os pontos negativos? Confira o conteúdo completo e mude essa realidade.

Desvalorização

Infelizmente, deixar um imóvel fechado, sem uso, pode ser um caminho sem volta para a desvalorização. Diversos problemas podem surgir nos meses em que as portas e janelas seguem fechadas, podendo comprometer a estrutura e a decoração do ambiente.

Com o tempo, alugar ou vender passa a ser uma missão difícil, já que os interessados sempre descartam essas alternativas.

Perdendo dinheiro

Cada dia sem um inquilino ou comprador é o mesmo que despesa! A conta de água e luz, por exemplo, não vão deixar de existir – e você vai ter que pagar, morando ou não. Sendo assim, para não acumular as suas despesas e as quantias do imóvel, o melhor caminho é colocar o espaço à disposição.

Acúmulo de despesas

Quando falamos de apartamento, por exemplo, o condomínio, os gastos com reforma e manutenção também entram na somatória, afetando diretamente a verba do mês. Não perca tempo e acompanhe as novidades do mercado imobiliário, disponibilizando o seu imóvel nas plataformas confiáveis e nos sites das empresas que entendem de compra e venda.

Invasores

Você já imaginou que a casa fechada pode ser um convite para invasores? Sejam pessoas, insetos ou animais, existem inúmeros casos de propriedades que foram depredadas nos meses em que estiveram desocupadas, tornando-se um problema para os donos.

Atenção indesejada

Os olhares e a atenção daqueles que passam na rua e percebem que ninguém reside ali é outra coisa que você precisa evitar. Como você não está 24 horas no ambiente, alguns indivíduos podem pensar que a oportunidade é um caminho para saquear e levar os itens – outra dor de cabeça que deve ser evitada.

Problemas sanitários

Seja no encanamento, nos banheiros ou na viação, a casa ou apartamento que passa muito tempo fechada acaba apresentando alguns defeitos nos meses seguintes. Mesmo com o cuidado e com a limpeza de rotina, a falta de usabilidade acaba comprometendo a qualidade dos itens e dos sistemas.

O problema pode ser sentido nos meses seguintes, com a chegada de um novo inquilino e o surgimento de todas as reclamações.

Corte de renda

Além da dificuldade para aparecer no mercado imobiliário e as consequências futuras, a exclusão de uma renda pode causar estragos no presente. Pense que deixar as portas fechadas é o mesmo que não querer ganhar dinheiro.

O primeiro passo é procurar por empresas que estão preparadas para te ajudar com imóveis à venda, deixando para trás a concorrência.

Seja um apartamento à venda em Mauá ou apartamento à venda em Santo André, o fato é que uma equipe de especialistas é o que você precisa para te ajudar! Entre em contato com os nossos profissionais e saiba mais!

Quer continuar acompanhando todas as nossas dicas? Siga o Blog da Total!

Aproveite para acompanhar as nossas redes sociais e ficar por dentro das novidades do mercado imobiliário.

Artigos recentes

porteira

O que é porteira fechada?

No universo dos negócios imobiliários, diversos termos específicos são utilizados para descrever tipos de transações e acordos. Um desses termos é “porteira fechada”, uma expressão

Leia mais »
Composição

O que é composição de renda?

A composição de renda é um conceito fundamental no planejamento financeiro familiar, especialmente em tempos de incerteza econômica. Muitas vezes, não é suficiente depender de

Leia mais »