Destaques

Tags

A importância do síndico para um condomínio

Compartilhe:

Quem já morou em prédio sabe como a vida em condomínio pode ser desafiadora, ainda mais nos casos em que não há um acompanhamento próximo daqueles que são os responsáveis por aprovar as regras e fazer o direito de todos valer, algumas das responsabilidades do síndico — figura principal quando o assunto é a manutenção da ordem

Para lembrar do papel e das atribuições daquele que tem como objetivo manter a tranquilidade e a boa vizinhança, o papel dessa figura vai muito além daquilo que a maioria conhece, com funções que podem modificar o dia a dia dos moradores e a experiência no local.

Aproveite a data para conhecer mais sobre a profissão e conferir aquilo que só é possível graças aos síndicos!

O que é um síndico?

Sempre que o foco é pensar no síndico, é essencial ter em mente que o profissional é o responsável pela gestão do condomínio. Além de acompanhar e direcionar os problemas do cotidiano e a comunicação com os moradores, a figura também está à frente dos possíveis problemas judiciais. Neste caso, é ele quem representa as demais pessoas quando as complicações são apresentadas na justiça.

Outra função é garantir a gestão do patrimônio, assegurando que o prédio e todos os itens de lazer, por exemplo, serão utilizados de acordo com o esperado, sem causar prejuízos e danos aos demais.

Quais são as responsabilidades de um síndico?

Por mais que muitos acreditem que o trabalho está focado apenas em conciliar os conflitos com os moradores, existem algumas tarefas que vão além. Confira uma lista com as principais:

Atuar no combate à inadimplência

Sabe aqueles que não conseguem pagar em dia e que acabam gerando diversas dificuldades para o condomínio? É dever do síndico acompanhar os casos, fazendo com que as dívidas sejam pagas.

Com cobranças e medidas que podem ser aplicadas em cada uma das situações, o processo exige o conhecimento sobre o comprometimento de cada família e qual é a medida ideal para garantir que a lei seja aplicada em todos os momentos.

Contas em dia

Sabe aquela organização que mantemos em casa para que as contas sejam pagas em dia, evitando que existam juros e problemas futuros? O síndico também precisa ter o mesmo cuidado, levando em consideração todos os dividendos do condomínio.

Ele fica com a missão de analisar o que precisa ser pago, quais são os valores, como está sendo o gasto e como podem ser aplicadas medidas que visam a economia e as melhorias.

Direcionando as reuniões

O síndico também acompanha as famosas reuniões, pautando as conversas, aprovando e anotando as modificações que são apresentadas e aprovadas durante o encontro.

Além de trazer para a discussão novas medidas e inovações, o profissional também é responsável por garantir a aplicação daquilo que foi escolhido pela maioria.

Lembrando que existem dois tipos de síndicos: aqueles que atuam de forma profissional e quem é escolhido pelos moradores, que também reside no mesmo lugar. Independentemente de qual seja a escolha, ambos trabalham para que a convivência seja harmônica e democrática.

Compreendemos a importância dos síndicos e aproveitamos a data para parabenizar todos aqueles que melhoram as vidas nos prédios e condomínios!

Quer continuar acompanhando todas as nossas dicas? Siga o Blog da Total!

Aproveite para acompanhar as nossas redes sociais e ficar por dentro das novidades do mercado imobiliário.

Artigos recentes

porteira

O que é porteira fechada?

No universo dos negócios imobiliários, diversos termos específicos são utilizados para descrever tipos de transações e acordos. Um desses termos é “porteira fechada”, uma expressão

Leia mais »
Composição

O que é composição de renda?

A composição de renda é um conceito fundamental no planejamento financeiro familiar, especialmente em tempos de incerteza econômica. Muitas vezes, não é suficiente depender de

Leia mais »