Destaques

Tags

Consórcio x financiamento: qual a melhor opção para adquirir um imóvel?

Compartilhe:

total-consultoria-imobiliaria-blog-consorcio-e-financiamento

A hora de comprar uma casa ou apartamento é um dos momentos mais importantes para aqueles que passaram anos sonhando com isso. Entretanto, o caminho para conquistar os objetivos pode ser diferente para cada um. Enquanto alguns optam por guardar, por anos, o valor necessário, outros acabam optando por metodologias mais rápidas. Mas será que você sabe qual é a diferença entre consórcio x financiamento?

Ambas as modalidades funcionam com taxas e valores que precisam ser pagos durante os anos futuros, questão que deve ser analisada por quem está comprando. É fato que a maioria dos brasileiros escolhem um dos mecanismos para garantir a casa própria, afinal, a compra com o dinheiro total pode ser algo quase impossível. Sendo assim, para garantir a melhor alternativa, o segredo é avaliar aquilo que pode ser mais adequado em cada caso e qual opção condiz com a sua realidade.

Conhecendo o consórcio imobiliário

Para aqueles que não conhecem ou que não sabem como o consórcio funciona, é preciso ter em mente que o modelo é uma boa opção para quem não tem nenhum valor para dar de entrada em um imóvel.

Aqui o foco é pagar as parcelas que representam a carta de crédito, aquilo que você vai conquistar após pagar o maior número de prestações ou quando for contemplado com o crédito.

Diferentemente da segunda opção, aqui o parcelamento pode ser feito em até 240 meses. Vale ressaltar que no consórcio não é possível saber, ao certo, quando você será contemplado, isso porque outras pessoas também estão pagando pela carta de crédito – aqui é preciso ter um pouco de sorte.

Para decidir quem terá direito, algumas instituições trabalham no modelo de sorteio ou de lance, privilegiando aqueles que dão o maior aporte em cada mês. Neste caso, a taxa pode representar 20% do valor do bem.

Outra diferença do financiamento é que aqui as parcelas podem ser menores. O comprador também tem a possibilidade de desistir do negócio, pagando algumas taxas pela desistência.

Após a contemplação e a compra, as instruções podem alienar o bem como forma de garantia de pagamento.

Como funciona o financiamento imobiliário?

Diferentemente do consórcio, o financiamento é a garantia de que você está pagando por algo que será seu em poucos dias. Isso porque o valor a ser financiado costuma ser 80% do imóvel, já que as instituições pedem 20% como entrada.

Além do valor que deve ser dado logo no início, os juros que são cobrados em cada parcela podem atrapalhar quem ainda não tem uma reserva. Neste caso, é possível quitar o imóvel em até 45 anos.

Diversos quesitos são levados em consideração para a aprovação do crédito, incluindo a renda, quantas pessoas vão comprar o imóvel e como será feita a negociação — lembrando que o valor da parcela não pode ultrapassar 30% dos ganhos.

A principal vantagem do financiamento é poder morar, logo de cara, naquela casa ou apartamento que você escolheu, de acordo com as limitações impostas por cada organização.

Lembrando que é preciso estar atento ao modelo escolhido — opte por uma tarifação fixa, que não será alterada de acordo com as mudanças financeiras do país.

O financiamento costuma ser uma das alternativas mais viáveis, afinal, aqui é possível começar a pagar por algo que você já está morando, eliminando de uma vez por todas a dor de cabeça com o aluguel.

Independentemente do modelo escolhido, o importante é ter em mente aquilo que condiz com a sua realidade e qual opção pode ser mais vantajosa no futuro.

Quer alugar ou comprar?

Seja um apartamento à venda em Mauá ou apartamento para alugar em Santo André, o fato é que uma equipe de especialistas é o que você precisa para te ajudar. Entre em contato com os nossos profissionais e saiba mais!

Quer continuar acompanhando todas as nossas dicas? Siga o Blog da Total!

Aproveite para acompanhar as nossas redes sociais e ficar por dentro das novidades do mercado imobiliário.

Artigos recentes

porteira

O que é porteira fechada?

No universo dos negócios imobiliários, diversos termos específicos são utilizados para descrever tipos de transações e acordos. Um desses termos é “porteira fechada”, uma expressão

Leia mais »
Composição

O que é composição de renda?

A composição de renda é um conceito fundamental no planejamento financeiro familiar, especialmente em tempos de incerteza econômica. Muitas vezes, não é suficiente depender de

Leia mais »