Você já conhece a “nova era do m² grande”?

Compartilhe:

Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp

A pandemia causada pelo novo coronavírus provocou mudanças em diversas esferas da nossa sociedade e, quando falamos sobre imóveis e o significado que eles ganharam com a atual situação, não é diferente. Uma das maiores preocupações na hora de escolher um imóvel é a expectativa de valorização do mesmo a médio e longo prazo.

Embora isso seja algo que quase sempre aconteça, existem alguns pontos (localização, tamanho e preço) que devem ser observados no momento da escolha para garantir que essa se torne uma compra inteligente. E a pandemia criou novos aspectos a serem considerados, dando a abertura para uma nova tendência: “A era do m² grande”.

Cada vez mais, pessoas vão passar a procurar imóveis maiores, com um maior espaço e melhor distribuição entre os cômodos. A possibilidade de ficar confinado em casa assustou muitas pessoas e transformou a maneira como enxergamos o nosso lar, já que a convivência aumentou e muito.

Por isso, a Total separou alguns aspectos que merecem a sua atenção nesta nova era! Confira:

1. Home office

Muitas empresas passaram a optar por funcionários trabalhando em suas próprias casas. Muitos acreditam que o mercado de escritórios tende a encolher, pois algumas empresas alegam que o trabalho em casa levou a um maior rendimento da equipe e menores custos. No entanto, ainda há espaço para imóveis comerciais, sim!

A tendência é que condomínios que disponibilizem espaços de coworking saiam na frente da concorrência, mas é fato que muitos ainda vão precisar ter um local fixo para operações diárias e esporádicas.

2. Busca por apartamentos maiores

Assim como citado anteriormente, quem trabalhar de casa vai precisar de espaço, de preferência em um local mais tranquilo e confortável. Essa reorganização deverá levar a uma busca por imóveis maiores.

3. Mudança nas plantas dos imóveis

Após meses convivendo ainda mais unidas devido ao isolamento social, as famílias estão buscando ambientes mais espaçosos, que promovam a convivência de pais e filhos, irmãos, tios e avós. Isso vai impactar nas novas construções e na planta das mesmas, que passarão a priorizar a distribuição dos espaços.

É claro que muitos outros aspectos passam a ser contabilizados no valor de um imóvel, mas com base no que apresentamos, é possível concluir que diversos fatores poderão influenciar na valorização e, com certeza, o tamanho será um deles.

Venha conferir a nossa carteira de imóveis e encontre o ideal para você e sua família!

Deixe um comentário

Artigos recentes