Destaques

Tags

Acréscimo de área: entenda como reformas podem impactar a regularização de um imóvel

Compartilhe:

Reformas podem impactar na hora de regularizar o imóvel

Reformar um imóvel pode ser uma ótima opção para quem deseja melhorar a qualidade de vida e valorizar o patrimônio. No entanto, é importante estar atento às normas técnicas e às leis para evitar problemas na hora de regularizar o imóvel. Um dos pontos que gera dúvidas é o acréscimo de área, impactando na regularização.

Isso porque existem algumas características que devem ser seguidas, pensando na melhor forma de ampliar o espaço e manter a documentação em dia.

O que é acréscimo de área?

Acréscimo de área é a ampliação da área construída de um imóvel. Esse tipo de reforma pode ser feita para ampliar o tamanho de um cômodo, criar novos ambientes ou até mesmo para aumentar o número de pavimentos. O acréscimo pode ser feito de diversas formas, como a construção de uma nova estrutura ou a ampliação de uma existente.

Como o acréscimo de área pode impactar a regularização do imóvel?

O aumento pode impactar a regularização do imóvel de diversas formas. Uma das mais importantes é que, em muitos casos, é necessário obter uma autorização prévia da prefeitura para realizar a obra. Esse processo inclui a análise do projeto arquitetônico e das normas técnicas para garantir que a mudança seja segura e não cause problemas para os vizinhos.

Além disso, é importante destacar que o acréscimo pode afetar a regularização do imóvel, especialmente se a obra não estiver de acordo com as leis e normas técnicas. Nesse caso, o imóvel pode ser considerado irregular e, consequentemente, não poderá ser financiado ou comercializado.

Outro aspecto importante é que o acréscimo de área muda o valor do imóvel. Quando uma obra é realizada de forma correta, existe a valorização e o retorno financeiro. No entanto, se a obra for irregular ou não estiver de acordo com as leis, ela pode desvalorizar o imóvel e gerar prejuízos.

Como regularizar o acréscimo de área?

Para regularizar o acréscimo de área, é preciso seguir algumas etapas importantes. A primeira delas é buscar a orientação de um profissional qualificado, como um arquiteto ou engenheiro civil – é essencial ter um projeto arquitetônico que esteja de acordo com as leis municipais.

Depois, é necessário solicitar a autorização da prefeitura para realizar a obra e seguir as etapas estabelecidas pelo órgão público. É importante lembrar que, em muitos casos, é necessário apresentar um projeto de reforma e obter a aprovação da prefeitura antes de iniciar a obra.

Por fim, é fundamental garantir que a obra seja realizada por profissionais qualificados e que esteja de acordo com as normas técnicas. Ao final da obra, é necessário solicitar a vistoria da prefeitura para obter o habite-se, que atesta que a mudança foi realizada de acordo com aquilo que está na lei e pelo que foi indicado pela prefeitura.

Sendo assim, antes de optar pela mudança da área, o primeiro passo é compreender como a alteração pode ser benéfica, considerando a valorização e a segurança.

Quer alugar ou comprar?

Seja um apartamento à venda em Mauá ou apartamento para alugar em Santo André, o fato é que uma equipe de especialistas é o que você precisa para te ajudar. Entre em contato com os nossos profissionais e saiba mais!

Quer continuar acompanhando todas as nossas dicas? Siga o Blog da Total!

Aproveite para acompanhar as nossas redes sociais e ficar por dentro das novidades do mercado imobiliário.

Artigos recentes

porteira

O que é porteira fechada?

No universo dos negócios imobiliários, diversos termos específicos são utilizados para descrever tipos de transações e acordos. Um desses termos é “porteira fechada”, uma expressão

Leia mais »
Composição

O que é composição de renda?

A composição de renda é um conceito fundamental no planejamento financeiro familiar, especialmente em tempos de incerteza econômica. Muitas vezes, não é suficiente depender de

Leia mais »